Eduardo Musa


Eduardo Musa, 50 anos, é natural de Santos/SP e cursou Jornalismo na Universidade Católica de Santos entre 1992 e 1995.

Duda, como é conhecido, acumula mais de 10 anos de experiência no mercado esportivo, atuando na gestão de carreira de atletas e na obtenção de patrocínio para entidades e eventos.

Durante quase 6 anos (entre 2010 e 2015), atuou diretamente na gestão de carreira do atleta Neymar.

Em setembro de 2017, foi eleito como vice-presidente da Confederação Brasileira de Skateboarding (CBSk) ao lado de Bob Burnquist, tornando-se um dos líderes do movimento que restituiu à CBSk o direito de representar o skate em âmbito olímpico.

Em 2019, conduziu uma reforma estatutária que garantiu aos atletas maioria de votos nas eleições da entidade, ampliando o poder de decisão dos skatistas nos rumos da Confederação. A CBSk é a única entidade filiada ao COB que tem os atletas com presença majoritária no colégio eleitoral.

Duda assumiu a presidência da entidade em junho de 2019. Em novembro de 2020, foi eleito para um mandato que vai até dezembro de 2024.

Criou a Seleção Brasileira de Skate (Principal em 2018 e Júnior em 2020), um feito pioneiro no mundo e que passou a ser seguido por outros países.

Conduziu o skate brasileiro na estreia com êxito em Olimpíadas. Foram três medalhas de prata: Kelvin Hoefler e Rayssa Leal no Street e Pedro Barros no Park. Além da grande participação de mais de 9 skatistas brasileiros nos Jogos de Tóquio.

Ao lado da natação e do boxe, o skate liderou o quadro de medalhas do Brasil em Tóquio. As três medalhas da modalidade fizeram do país o segundo com mais pódios no skate.

O sucesso nas Olimpíadas culminou com o anúncio do Centro de Treinamento Olímpico de Skate, em uma parceria entre CBSk e Prefeitura de Campinas (SP). Outros Centros de Treinamento também estão sendo construídos em Curitiba (PR), Santos (SP) e São Paulo (SP).

Além das conquistas olímpicas, o skate brasileiro acumulou três títulos mundiais entre Park e Street e outros tantos pódios importantes ao longo de sua gestão, incluindo aí a estreia no Pan-Americano Júnior (2021) com dois ouros; ouro e bronze na primeira participação nos Jogos Sul-Americanos da Juventude (2022); ouro, prata e bronze na estreia nos Jogos Sul-Americanos (2022); dois ouros e duas pratas nos Jogos Sul-Americanos de Praia (2023).

Ao longo desses mais de 5 anos de CBSk, Duda vem trabalhando para fortalecer o skate institucional do Brasil.

O patrocínio firmado com as Loterias CAIXA em 2021 – o maior da história do skate nacional – foi um apoio fundamental, permitindo o suporte a federações e associações filiadas à CBSk, a realização de competições de modalidades não olímpicas, congresso e Troféu Melhores do Ano com a maior premiação da história do evento.

A Confederação Brasileira de Skateboarding apoia diretamente 41 projetos que trabalham o skate como ferramenta de inclusão e transformação social. Essas iniciativas receberam equipamentos de proteção e skates (31 projetos) e/ou contam com um convênio (30) com a CBSk. No total, 142 projetos estão mapeados e mantêm diálogo com a Confederação.

Detalhes do Palestrante
    Detalhes do Palestrante